terça-feira, 22 de maio de 2018

A Pinta

Tenho cinco minutos para escrever antes de sair correndo

Não sei porque insistimos nisso

Insistimos quem ?
Quem insiste é você

Tanto faz continuo não sabendo

Preciso ir

Queria entender porque não esqueço certas coisas

Ai, aquela pinta
no nariz


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Diálogo

Procuro palavras para definir certos comportamentos.
Não encontro.
Penso que já me perdi em mim mesma 
E não sei voltar pela porta que entrei
Me pego tão ensimesmada em meus pensamentos
Que me atrevo a perguntar:

Esqueceu como o mundo é enorme e cheio de possibilidades ? 

Mentira! Não há possibilidades
Só propaganda 
Talvez quem faça propaganda tenha possibilidades
Ou não
Todos no vai e vem de empregos que temos a sorte de ter
Cansados de fazer contas e planos falidos

Não! 

Me atrevo a dizer a mim mesma novamente:

É só você que esta assim
As pessoas estão bem
Felizes
Cada uma em seu lugar 
Você que se vê grande demais e acha que seus problemas são insuperáveis

Capacidade de auto chamar a atenção.
Ok! Tudo bem!
Não ligo pra outros de qualquer forma
Venho numa constante de me desligar de tudo e de todos
Pensar doí
Procurar motivos e explicações cansa
Terapia custa dinheiro
Daquelas contas que vivo contando teria que desistir de uma delas pra custear

E fico assim, incógnita
Indefinida

E a voz dentro de mim que murmura

Você esta ficando maluca
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 3 de abril de 2018

Buraco

Como faz pra esquecer?
Isso é tão clichê e parece tão errado, de tantas formas.

Eu gostaria somente de esquecer.
Uma amnesia seletiva.
De achar uma forma de parar,
Parar as lembranças e a saudade que do nada, vem na minha mente.

É pertubardor
Enlouquecedor

Algum tipo de praga, castigo, doença.

O tempo literalmente passou
E essa coisa dentro de mim, não

Coisa? Sim, coisa
Sem nome e sem definição.

Não chamo mais de amor, de saudosismo, de qualquer coisa positiva.

é somente um buraco, um buraco que não preenche.
e sei que nunca vai preencher.

é a sensação de algo perdido, que nunca sera encontrado.

Uma angustia que virou meu fardo e com a qual preciso conviver dia apos dia
e os dias viraram anos
e de tanto fingir que não esta lá
talvez eu esqueça
por um momento que seja.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...